Podcasts de história

Nathaniel Hawthorne

Nathaniel Hawthorne


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Nathaniel Hawthorne, filho de um capitão do mar, nasceu em Salem, Massachusetts, em 1804. Seu pai morreu de febre amarela quatro anos depois. Ele frequentou o Bowdoin College no Maine, mas depois de se formar, voltou para Salem, onde esperava se estabelecer como escritor.

Hawthorne publicou um romance, Fanshawe, em 1828. Ele também produziu uma série de contos baseados em eventos históricos. Estes foram eventualmente reunidos e apareceram em Contos Duas Vezes (1837). Ele também trabalhou como editor da The American Magazine of Useful and Entertaining Knowledge. Isso incluiu artigos sobre os nativos americanos, incluindo a captura de Hannah Duston.

Os livros de Hawthorne venderam mal e ele foi forçado a encontrar trabalho como agrimensor da Alfândega de Boston. Ele continuou a escrever e em 1850 publicou o muito bem sucedido, A carta de scarlet.

Quando Franklin Pierce se tornou presidente, ele nomeou Hawthorne como cônsul dos Estados Unidos em Liverpool. Depois de uma estadia de quatro anos na Inglaterra, ele se mudou para a Itália. Ele também morou por um tempo na França.

Outros livros de Hawthorne incluem A casa dos sete frontões (1851), The Blithedale Romance (1852), O fauno mable (1860) e Nossa Antiga Casa (1863).

Nathaniel Hawthorne morreu em 1864. Após sua morte, sua esposa editou e publicou seus cadernos, Passagens dos cadernos americanos (1868), Passagens dos cadernos ingleses (1870) Passagens dos cadernos franceses e italianos (1871).

Goodman Duston e sua esposa, há pouco menos de um século e meio, moravam em Haverhill, na época um pequeno assentamento de fronteira na província da Baía de Massachusetts. Eles já haviam acrescentado sete filhos aos súditos feudais do rei na América; e a Sra. Duston cerca de uma semana antes do período de nossa narrativa, havia abençoado seu marido com um oitavo. Certo dia, em março de 1698, quando o Sr. Duston saiu para tratar de seus negócios normais, ocorreu um acontecimento que quase o deixou sem filhos e, além disso, com um viúvo. Um grupo de guerra indiano, depois de atravessar a floresta sem trilhas desde o Canadá, invadiu sua cidade remota e indefesa. Goodman Duston ouviu o grito de guerra e o alarme e, estando a cavalo, imediatamente partiu a toda velocidade para cuidar da segurança de sua família. Enquanto ele avançava, ele avistou coroas escuras de fumaça saindo dos telhados de várias casas perto da estrada; enquanto os gemidos de homens moribundos, - os gritos de mulheres assustadas, e os gritos de crianças, perfuraram sua orelha, tudo misturado com o grito horrível dos selvagens furiosos. O pobre homem tremia, mas estimulava cada vez mais rápido, temendo que encontrasse seu próprio chalé em chamas, sua esposa assassinada na cama e seus filhos lançados nas chamas. Mas, chegando perto da porta, ele viu seus sete filhos mais velhos, de todas as idades entre dois anos e dezessete, saindo juntos e correndo pela estrada para encontrá-lo. O bastante único ordenou-lhes que fizessem o melhor caminho para a guarnição mais próxima e, sem um momento de pausa, saltou do cavalo e correu para o quarto da Sra. Duston.

A boa mulher, como já sugerimos antes, acrescentara recentemente um oitavo às sete provas anteriores de sua afeição conjugal; e ela agora estava deitada com o bebê em seus braços, e sua babá, a viúva Mary Neff, olhando ao lado de sua cama. Tal era o estado de desamparo da Sra. Duston, quando seu marido pálido e sem fôlego irrompeu na câmara, ordenando-lhe instantaneamente que se levantasse e fugisse para salvar sua vida. Mal as palavras saíram de sua boca, quando o grito do índio foi ouvido: e olhando selvagemente para fora da janela, Goodman Duston viu que o inimigo sedento de sangue estava próximo. Nesse terrível instante, parece que o pensamento do perigo de seus filhos invadiu seu coração com tanta força que ele se esqueceu da situação ainda mais perigosa de sua esposa; ou, como não é improvável, ele tinha tal conhecimento do caráter da boa senhora que lhe dava uma esperança confortável de que ela se manteria, mesmo em uma competição com toda uma tribo de índios. Seja como for, ele agarrou sua arma e saiu correndo de novo, com a intenção de galopar atrás de seus sete filhos, e agarrar um deles em sua fuga, para que sua raça e geração não fossem apagadas da terra, naquele fatal hora. Com essa ideia, ele cavalgou atrás deles, rápido como o vento. A essa altura, eles haviam obtido cerca de quarenta varas da casa, todas avançando em grupo; e embora as crianças mais novas tropeçassem e tropeçassem, ainda assim os mais velhos não foram persuadidos, pelo medo da morte, a correrem e deixarem essas pobres almas perecerem. Ouvindo o barulho de cascos na retaguarda, eles olharam em volta e, avistando Goodman Duston, todos pararam de repente. Os pequenos estenderam os braços; enquanto os meninos e meninas mais velhos, por assim dizer, renunciaram ao cargo em suas mãos; e todas as sete crianças pareciam dizer. 'Aqui está nosso pai! Agora estamos seguros! '


Biografia de Nathaniel Hawthorne

Nathaniel Hawthorne foi um dos autores americanos mais admirados do século 19, e sua reputação perdura até os dias de hoje. Seus romances, incluindo A carta de scarlet e A casa dos sete frontões, são amplamente lidos nas escolas.

Um nativo de Salem, Massachusetts, Hawthorne freqüentemente incorporou a história da Nova Inglaterra, e algumas tradições relacionadas a seus próprios ancestrais, em seus escritos. E ao focar em temas como corrupção e hipocrisia, ele lidou com questões sérias em sua ficção.

Muitas vezes lutando para sobreviver financeiramente, Hawthorne trabalhou várias vezes como funcionário do governo e, durante a eleição de 1852, escreveu uma biografia de campanha para um amigo de faculdade, Franklin Pierce. Durante a presidência de Pierce, Hawthorne conseguiu um posto na Europa, trabalhando para o Departamento de Estado.

Outro amigo da faculdade foi Henry Wadsworth Longfellow. E Hawthorne também era amigo de outros escritores proeminentes, incluindo Ralph Waldo Emerson e Herman Melville. Enquanto escrevia Moby Dick, Melville sentiu a influência de Hawthorne tão profundamente que mudou sua abordagem e acabou dedicando o romance a ele.

Quando ele morreu em 1864, o New York Times o descreveu como "o mais charmoso dos romancistas americanos e um dos maiores escritores descritivos da língua".


Uma breve biografia de Nathaniel Hawthorne

Início da vida de Nathaniel Hawthorne

Nathaniel Hawthorne nasceu em 4 de julho de 1804 em Salem, Massachusetts. A vida de Hawthorne estava submersa no legado dos puritanos. Seu ancestral, William Hathorne, imigrou para a América pela primeira vez da Inglaterra em 1630 e se estabeleceu em Salem, Massachusetts. William Hathorne tornou-se juiz na Nova Inglaterra e era muito conhecido por suas declarações duras. John Hawthorne, filho de William Hawthorne, também foi um dos três juízes dos julgamentos das bruxas de Salem durante a década de 1690. Para se distanciar de sua família, Nathaniel Hawthorne adicionou a letra “w” ao seu nome.

Hawthorne era o único filho de seus pais. Seu pai, Nathaniel Hathorne, era um capitão do mar e morreu de amarelo em 1808 no mar. Nathaniel Hawthorne e sua mãe, Elizabeth Clark Hathorne, mudaram para viver com os irmãos ricos de Elizabeth devido às suas más condições financeiras. Hawthorne sofreu uma lesão na perna quando era jovem e ficou imóvel por muitos meses. Durante esse tempo, Hawthorne estabeleceu seu interesse pela leitura e imaginou se tornar um escritor.

De 1821 a 1825, Hawthorne frequentou o Bowdoin College com a ajuda de seus tios ricos. Foi nesta faculdade que Hawthorne conheceu seus amigos Henry Wadsworth Longfellow e Franklin Pierce, o futuro Presidente da América. Ele mesmo admitiu ser um aluno negligente e sem interesse pelos estudos.

Histórias curtas e coleções

Na escola, Hawthorne sentia muita falta da mãe e das duas irmãs. Depois de formado, ele foi morar com sua família por 12 anos. Durante esses doze anos, ele começou a escrever propositalmente e a publicar suas histórias por conta própria. Entre essas histórias, "O conto de uma velha" e "o vazio das três colinas" também foram incluídos. Até 1832, ele publicou seus dois maiores contos "Enterro de Roger Malvin" e "Meu Parente, Major Molineux". Ele publicou "Twice-Told Tales" em 1837. Seus escritos lhe trouxeram um pouco de desonra, mas ele poderia ganhar muito dinheiro com isso.

Sucesso inicial e casamento

A reclusão autoimposta em casa que Hawthorne infligiu a si mesmo terminou. Ao mesmo tempo, ele conheceu a pintora, ilustradora e transcendentalista Sophia Peabody. Hawthorne passou pouco tempo na comunidade Book Farm durante o namoro. Durante esse tempo, ele conheceu Henry David Thoreau e Ralph Waldo Emerson. Ele não mostrou muito interesse no transcendentalismo, no entanto, viver na comunidade da Book Farm permitiu-lhe economizar dinheiro para se casar com Sophia. O casal se casou em 9 de julho de 1842, após a longa espera e a saúde debilitada de Sofia. O casal se estabeleceu em Concord, Massachusetts. Em 1884, eles tiveram seu primeiro filho.

Hawthorne mudou para Salem devido ao aumento da dívida e ao desenvolvimento da família. Em 1846, ele conseguiu um emprego como agrimensor na alfândega de Salem com a ajuda de seus democratas e ligações políticas de longa data. Esse trabalho fez com que ele fornecesse o suporte financeiro necessário. No entanto, Hawthorne perdeu o emprego devido ao favoritismo político quando Zachary Taylor foi eleito presidente. O desânimo foi uma bênção disfarçada, pois deu-lhe tempo para escrever um romance de obra-prima, A carta de scarlet . A história é sobre dois amantes que se rebelaram contra a lei moral dos puritanos. O romance foi publicado em massa e se tornou uma das primeiras produções em massa nos Estados Unidos. Este romance tornou Hawthorne amplamente famoso.

Outros Livros

Em Salem, Hawthorne não se sentia confortável. Ele estava determinado a tirar sua família das armadilhas da cidade dos puritanos. Hawthorne, com sua família, mudou-se para a Red House em Lenox, Massachusetts. Em Lenox, ele fez amizade com Herman Melville e Moby Dick. Foi um período produtivo de sua vida, do qual gostou muito. Ele publicou romances como Romance de Blithedale, a casa dos sete frontões , e Tanglewood Tales.

Anos no estrangeiro

Na eleição de 1852, Hawthorne publicou uma biografia de campanha de Pierce, seu amigo de faculdade. Pierce foi eleito presidente e nomeado Hawthorne como cônsul americano na Grã-Bretanha em favor pessoal. De 1853 a 1857, Hawthorne viveu na Inglaterra. Nesse período, escreveu o romance Our Old Home.

Hawthorne foi para a Itália em uma excursão familiar depois de servir como cônsul e depois voltou para a Inglaterra. Ele terminou seu último romance, O Fauno de Mármore, em 1860. Hawthorne, com sua família, mudou-se definitivamente de volta para os Estados Unidos no mesmo ano. Eles começaram a morar no The Wayside em Concord, Massachusetts.

Últimos anos

Em seus últimos anos, estava ficando difícil para Hawthorne manter o ritmo de sua produtividade anterior. Seus trabalhos de final de ano dificilmente tiveram sucesso. Ele não conseguia escrever de forma coerente e deixou seus rascunhos incompletos. Sua saúde começou a se deteriorar e fatores relacionados à idade começaram a aparecer. Ele negou ter qualquer saúde mental e, em 19 de maio de 1864, morreu durante o sono.


A visita de Nathaniel Hawthorne à Villa Ludovisi em 1858, ilustrada

A família Boncompagni Ludovisi & # 8217s possui um álbum fotográfico (final da década de 1880 - início da década de 1890) de sua coleção de esculturas. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

Em janeiro de 1858, após quatro anos de serviço como Cônsul dos Estados Unidos em Liverpool, o escritor americano Nathaniel Hawthorne (1804-1864) veio a Roma com sua esposa e três filhos. Ele passou quase um ano e meio na Itália, em maio de 1859, com visitas a Siena e Florença. Em seus diários, ele registrou, do que era essencialmente um ponto de vista turístico, muitas impressões primorosamente detalhadas do país e de suas riquezas culturais. A principal expressão literária dessa experiência italiana foi a obra de Hawthorne & # 8217s 1860 O fauno de mármore, o último de seus quatro grandes romances, que ele escreveu principalmente depois de deixar o continente para a Inglaterra.

Os diários incluem o relato de Hawthorne & # 8217s de uma visita familiar à Villa Ludovisi (citado na íntegra abaixo), em 26 de março de 1858, cerca de dois meses após sua chegada a Roma. Aqui pode-se sentir os primeiros vislumbres de uma visão melancólica da Cidade Eterna que logo se tornou muito mais pronunciada depois que sua filha mais velha, Una, então com cerca de 18 anos, sofreu um sério ataque da notória cepa de malária conhecida como & # 8220Febre romana & # 8221 .

A experiência de quase morte de sua filha obviamente influenciou a percepção de Hawthorne da cidade. & # 8220Eu detesto amargamente Roma, & # 8221 Hawthorne escreveu a seu amigo, o editor James Thomas Fields em 3 de fevereiro de 1859 (ou seja, não bem um ano após a visita à Villa Ludovisi), & # 8220 e me regozijarei em despedir-me para sempre e concordo plenamente com todos os danos e ruína que aconteceram a ela, de Nero & # 8217s conflagração para baixo. Na verdade, gostaria que o próprio site tivesse sido destruído antes de eu vê-lo. & # 8221

Bilhete de entrada não utilizado para a coleção do museu Boncompagni Ludovisi (1890). Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

Hawthorne diz que o tíquete que garantiu a entrada de sua família & # 8217s veio diretamente do & # 8220Príncipe de Piombini & # 8221, ou seja, Antonio Boncompagni Ludovisi (1808-1883), que se tornou Príncipe de Piombino (VII) com a morte de seu pai Luigi (nascido em 1767) em 1841. Um pedido por escrito diretamente ao Príncipe Boncompagni Ludovisi era de fato o modo padrão de solicitar uma visita à Villa Ludovisi durante toda a segunda metade do século XIX. Nota-se que os filhos de Nathaniel e Sophia Hawthorne na época da visita tinham 18 anos (Una, 1844-1877), onze (Julian, 1846-1934) e não exatamente sete (Rose, 1851-1926). Assim, mesmo as crianças mais jovens podem ser admitidas na Villa e no seu Museu.

No dia de seu encontro - que por acaso foi uma sexta-feira - Hawthorne e sua família entraram pelo portão principal na Via Friuli e conseguiram ver a & # 8220Casino delle Statue & # 8221 que abrigava as obras escultóricas mais famosas da Museo Ludovisi, e então aparentemente vagou livremente pelos extensos jardins. Finalmente, a família, junto com um pequeno grupo de outros visitantes, entrou no Casino Aurora - talvez por meio de uma súplica especial, pois estava então & # 8220 em conserto & # 8221. (Na verdade, uma grande expansão do Casino Aurora estava em seus estágios finais.) No Casino, Hawthorne conseguiu ver Guercino & # 8217s & # 8220Aurora & # 8221 afresco (mas aparentemente não o & # 8220Fama & # 8221 no andar de cima ), suba a famosa escada em espiral que praticamente todos os visitantes notam e suba até o terraço do andar superior do Casino & # 8217s com sua vista espetacular da cidade e além.

Significativamente, Hawthorne não diz nada sobre o Palazzo Grande, que terá sido a residência principal da família Boncompagni Ludovisi nessa época. Evidentemente, não era acessível aos visitantes nesta época.

O Palazzo Grande da Villa Ludovisi (à esquerda), do ponto de vista do que se aproxima hoje da Via Boncompagni # 8217 em Roma (entre a Via Marche e a Via Lucullo). Fotografado por Ignazio Boncompagni Ludovisi em 1885, pouco antes do re-desenvolvimento da Villa. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

Hawthorne não pretendia que as entradas de diário da estada italiana de sua família & # 8217 fossem publicadas. Era sua esposa, Sophia Peabody Hawthorne (1809-1871), que no inverno de 1870-1871 transcreveu o que logo foi publicado como o Passagens dos cadernos franceses e italianos de Nathaniel Hawthorne. A firma londrina Strahan & amp Co. publicou este trabalho pela primeira vez em dois volumes no outono de 1871, após a morte de Sophia & # 8217 em fevereiro daquele ano.

No momento em que a família Hawthorne visitou a Villa Ludovisi, o chefe da família Boncompagni Ludovisi -Antonio Boncompagni Ludovisi, e a esposa dele Guglielmina Massimo (1811-1899) - teve cinco filhos sobreviventes, com idades entre 26 (Rodolfo, nascido em 1832) e quatro anos (Lavinia, nascido em 1854). Um filho, Lívio, apenas no verão anterior, em agosto de 1857, um mês antes de seu décimo sexto aniversário, uma filha Filomena havia morrido na infância em 1836. Em 1885, seu segundo filho mais velho, Ignazio Boncompagni Ludovisi (1845-1913), foi o responsável pela campanha fotográfica que resultou nas imagens da Villa Ludovisi vistas ao longo deste post. As fotografias das esculturas pertencem a um álbum da coleção particular da família & # 8217s (capa mostrada acima).

Aqui está aquela entrada de 26 de março de 1858:

& # 8220 Ontem, entre doze e uma, toda a nossa família foi à Villa Ludovisi, cuja entrada fica no final de uma rua que sai da Piazza Barberini, e não está muito longe da nossa rua, a Via Porta Pinciana. & # 8221

Portão principal da Villa Ludovisi (como apareceu em 1885) na & # 8220bend & # 8221 da Via Friuli (hoje, dentro do complexo da Embaixada dos Estados Unidos). Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Os terrenos, embora muito extensos, estão totalmente dentro dos muros da cidade, que os contornam, e constituem uma parte do que antes eram os jardins de Sallust. & # 8221

Mapa de Roma (detalhe, mostrando a Villa Ludovisi), de P. Benoist, Roma dans sa grandur (Paris 1870)

& # 8220A villa é agora propriedade do Príncipe Piombini, um bilhete de quem nos garantiu a entrada. Um pouco dentro do portal, à direita, está um cassino, contendo duas grandes salas cheias de esculturas, muitas das quais são muito valiosas. & # 8221

O Casino Capponi (= & # 8220Casino delle Statue & # 8221), tal como apareceu em 1885. Hoje o local é ocupado por uma oficina de manutenção de automóveis da Embaixada dos Estados Unidos. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Uma cabeça colossal de Juno, creio eu, é considerada o maior tesouro da coleção, mas eu mesma não senti que assim fosse, nem recebi qualquer impressão forte de sua excelência. & # 8221

Adquirido pelo cardeal Ludovico Ludovisi (1595-1632), o & # 8220Juno Ludovisi & # 8221 está agora no Museo Nazionale Romano no Palazzo Altemps. Goethe, por exemplo, admirava tanto essa cabeça colossal que fez seu próprio gesso. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220 Não admirei tanto, eu acho, quanto o rosto de Penélope (se for o rosto dela), no grupo que supostamente também representava Electra e Orestes. & # 8221

Foi Johann Joachim Winckelmann (1717-1768) quem primeiro identificou essas figuras como Electra, reconhecendo seu irmão Orestes. Hawthorne parece optar por uma tradição de que elas representam Penélope e seu filho Telêmaco. Já listado no inventário da Villa Ludovisi de 1623, hoje o grupo escultórico está exposto no Palazzo Altemps. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220A estátua sentada de Marte é muito bonita & # 8230 & # 8221

O Ares Ludovisi, agora no Palazzo Altemps. Winckelmann chamou esta escultura de & # 8220 o mais belo Marte da antiguidade & # 8221. Seu escudo, mãos e pés, e a cabeça, braços e pés do pequeno Eros em sua perna direita foram restaurados por Bernini em 1622. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220 & # 8230so é o Aria e o Paetus, assim como muitos outros bustos e figuras. & # 8221

A escultura que Hawthorne chama de & # 8220Ar (r) ia e Paetus & # 8221, e hoje (alojada no Palazzo Altemps) é agora conhecida como a Gália suicida e sua & # 8216 esposa & # 8217, aparece pela primeira vez nos inventários da Villa Ludovisi em 1623. É provável que o cardeal Ludovico Ludovisi o tenha descoberto ao desenvolver os Jardins de Sallust da era romana para sua villa recém-adquirida. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220De vez em quando, deixamos o cassino e vagamos pelo terreno, passando por becos intermináveis ​​de ciprestes, através das longas vistas das quais podíamos ver aqui e ali uma estátua, uma urna, um pilar, um templo ou jardim- casa ou um baixo-relevo contra a parede. & # 8221

Villa Ludovisi (1885): cabeça colossal de Alexandre o Grande, embutida nas Muralhas Aurelianas. A escultura ainda é visível hoje na Via Campania (logo a leste do cruzamento com a Via Veneto), embora a rua moderna esteja vários metros mais abaixo do que o caminho nesta imagem. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Parece que deve ter havido um tempo, e não muito atrás, em que valia a pena gastar dinheiro e pensar na ornamentação de jardins nos arredores de Roma. Esse tempo já passou, porém, e o resultado é muito melancólico, pois uma grande beleza foi produzida, mas ela só pode ser desfrutada em sua perfeição com risco de vida. . . De minha parte, e a julgar por minha própria experiência, suspeito que a atmosfera romana, nunca saudável, é sempre mais ou menos venenosa. & # 8221

& # 8220Estamos em outro cassino maior, distante do portal, no qual o Príncipe reside durante dois meses do ano. & # 8221

Grande entrada do Casino Aurora (tal como apareceu em 1885). Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Estava agora em reparos, mas, assim como vários outros visitantes, fomos admitidos e vimos no hall de entrada o aurora de Guercino, pintado com afresco no teto. & # 8221

Detalhe do grande afresco do teto de Guercino & # 8217 no piano terra do Casino Aurora, onde a figura da Aurora é vestida nas cores Ludovisi de vermelho e dourado. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Há beleza no desenho, mas o pintor certamente estava muito infeliz em suas sombras negras, e na obra diante de nós elas dão a impressão de uma manhã nublada e baixa, que é provável que se transforme em chuva aos poucos . & # 8221

Detalhe (a figura de & # 8220Night & # 8221) do afresco de Guercino & # 8217s Aurora. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Depois de ver o afresco, subimos por uma escada em espiral até um terraço elevado e encontramos Roma aos nossos pés e, ao longe, as montanhas Sabine e Alban, algumas delas ainda cobertas de neve. Em outra direção, havia uma vasta planície, em cujo horizonte, se nossos olhos tivessem alcançado sua orla, poderíamos talvez ter visto o Mar Mediterrâneo. & # 8221

Vista do terraço do Casino Aurora (1885), voltado para SW em direção ao Colégio de S. Isidoro. Coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Depois de apreciar a vista e o sol quente, descemos e saímos em busca dos jardins de Sallust, mas não encontramos vestígios satisfatórios deles. & # 8221

& # 8220Um dos objetos mais marcantes do primeiro cassino [ou seja, a estátua do Casino delle] era um grupo de Bernini, —Pluto, uma figura escandalosamente masculina e extenuante, barbudo, arrebatando uma pequena e terna Prosérpina, que ele segura no alto, enquanto sua queixa violenta se imprime em sua carne macia e virgem. É muito desagradável, mas dá a sensação de que Bernini era um homem de grande habilidade. & # 8221

Bernini's Estupro de Prosperpina (1621/1622), uma posse de Ludovisi e depois Boncompagni Ludovisi de 1622 até 1908, quando o estado italiano a comprou para exposição na Galleria Borghese. Foto da coleção de HSH Príncipe Nicolò e HSH Princesa Rita Boncompagni Ludovisi, Roma.

& # 8220Há algumas obras na literatura que fazem uma analogia com suas obras em escultura, quando grande poder é esbanjado um pouco fora da natureza e, portanto, prova ser apenas uma moda, e não permanentemente adaptado aos gostos da humanidade. & # 8221


Escrevendo os romances

Enfrentando o mundo mais uma vez, Hawthorne obteve em 1846 a posição de agrimensor (aquele que mapeia novas terras) na Alfândega de Salem, mas foi dispensado dessa posição em 1848 por causa de seus laços políticos. Sua demissão, no entanto, acabou sendo uma bênção, pois lhe deu tempo para escrever seu maior sucesso, A carta de scarlet.

O período de 1850 a 1853 foi Hawthorne & # x0027s mais produtivo, como ele escreveu A casa dos sete frontões e O romance Blithedale, junto com Um Livro Maravilha (1852) e Tanglewood Tales (1853). Durante 1850, os Hawthornes viveram na Casa Vermelha em Lenox em Berkshire Hills, e Hawthorne formou uma amizade memorável com o romancista Herman Melville (1819 & # x20131912). A associação era mais importante para Melville do que para Hawthorne, já que Melville era quinze anos mais jovem e o muito mais impressionável (facilmente influenciado) dos dois homens. Deixou sua marca na dedicação de seu Moby-Dick, e em algumas cartas maravilhosas.


Nathaniel Hawthorne Nascimento

O local de nascimento de Nathaniel Hawthorne foi originalmente localizado na Union Street. Foi comprado pela Associação de Assentamentos da Casa dos Sete Gables e mudou-se para o campus do museu em 1958 sob a orientação de Abbott Lowell Cummings, um notável historiador da arquitetura e conservador. Ao contrário do alto estilo Georgiano destaque em A casa dos sete frontões, o local de nascimento de Hawthorne é um exemplo modesto desse estilo.

Esta casa é especial devido ao evento ocorrido em 4 de julho de 1804. Nathaniel Hawthorne, o famoso romancista americano, nasceu aqui naquele dia, filho de Elizabeth Clarke Manning e Nathaniel Hathorne. Os pais de Hawthorne cresceram como vizinhos e se casaram para grande desgosto de seus avós paternos. Ele nasceu, de acordo com sua irmã mais velha, Elizabeth, “no aposento sobre aquela salinha para a qual olhamos, naquela casa na Union St. Ela pertencia então a minha avó Hawthorne, que morava em uma parte dela. Lá vivemos até 1808, quando meu pai morreu, no Suriname. Lembro-me muito bem que uma manhã minha mãe chamou meu irmão em seu quarto, ao lado daquele onde dormíamos, e disse a ele que seu pai estava morto. ”

Após a morte de seu marido, Elizabeth Clarke Manning Hathorne voltou para a casa de seus pais com seus três filhos, uma mudança não incomum para as viúvas durante este período.


Nathaniel Hawthorne

Aos 9 anos, Hawthorne machucou a perna e ficou confinado em casa por dois anos. Foi nessa época que ele desenvolveu o amor pelos livros e pela leitura. Aos 14 anos, a família deixou Salem e foi para Raymond, Maine, mas Hawthorne retornaria apenas um ano depois para iniciar sua preparação para o ingresso na faculdade. Em 1821, ele foi admitido no Bowdoin College. Seus colegas de classe incluíam Franklin Pierce e Henry Wadsworth Longfellow. Ele se formou em 1825 e voltou para Salem. É então que ele começa a visitar sua prima Susanna na Mansão Turner-Ingersoll, que mais tarde seria o cenário de seu famoso romance, A casa dos sete frontões.

Hawthorne trabalhou em vários empregos enquanto também se concentrava na publicação de seus primeiros trabalhos. Em 1828, seu primeiro romance, Fanshawe foi publicado anonimamente às suas próprias custas. Mais tarde, ele lembrou do livro e queimou dramaticamente as cópias. Quase 10 anos depois, Contos Duas Vezes foi publicado.

Em 1837, ele conheceria sua futura esposa Sophia Amelia Peabody. Sophia e suas irmãs, Elizabeth e Mary, provariam ser influentes para o resto da vida e carreira de Hawthorne. Em 1839, ele recebeu sua primeira nomeação política como “pesador e calibrador” na Alfândega de Boston. Durante esse tempo, ele também publicou O menino gentil e Cadeira do avô.

Hawthorne foi influenciado pela crescente popularidade do transcendentalismo. Em 1841, ele se juntou a Brook Farm em West Roxbury e em 1842 mudou-se para o Old Manse em Concord com Sophia. Seus amigos e vizinhos incluíam Ralph Waldo Emerson, Henry Thoreau, Margaret Fuller e Bronson Alcott.

Em 1846, a família Hawthorne estava morando em Salem com Una (1844) e Julian (1846). Hawthorne é nomeado agrimensor da Alfândega de Salem. Foi nessa época que ele começou a escrever A carta de scarlet—Seu primeiro sucesso aclamado pela crítica na publicação.

Após a publicação do livro em 1850, a família Hawthorne deixaria Salem mais uma vez para Lenox, Massachusetts. É aqui que seu relacionamento com Herman Melville iria florescer. Enquanto morava em Lenox, Hawthorne escreveu Um livro maravilhoso para meninas e meninos bem como o famoso romance gótico, A Casa dos Sete Gumables.

Nathaniel e Sophia deram as boas-vindas a seu último filho, Rose em 1851. Em 1852, The Blithedale Romance, que se concentrava em seus dias em Brook Farm, foi publicado, bem como uma biografia presidencial para seu amigo de longa data, Franklin Pierce. O sucesso literário de Hawthorne deu a ele a oportunidade de comprar a casa dos Alcotts em Concord, que ele rebatizou de "The Wayside".

Em 1853, Hawthorne foi nomeado cônsul americano na Inglaterra. Ele viveu em Liverpool por quatro anos e manteve um diário relatando suas viagens e observações na Inglaterra. Quando sua nomeação foi concluída, ele viajou pela Itália. Suas reflexões sobre essas viagens foram publicadas em sua obra de ficção, O Fauno de Mármore. Na época da publicação, a família Hawthorne voltou para The Wayside.

Hawthorne continuou a escrever em seus últimos anos, incluindo um relatório sobre sua visita de 1862 a Washington D.C. na qual ele se encontrou com o presidente Lincoln e visitou os campos de batalha da Guerra Civil na Virgínia. Sua publicação final foi Nossa Antiga Casa (1863) que foi uma série de ensaios sobre a Inglaterra e as relações anglo-americanas. Em 1864, Hawthorne viajou para New Hampshire com o presidente Franklin Pierce. Ele morreu em 19 de maio e está enterrado no Cemitério Sleepy Hollow, Concord, MA.

Você também pode acompanhar a Nathaniel Hawthorne Society. A Nathaniel Hawthorne Society é dedicada ao estudo global e apreciação da vida e obra de Hawthorne.


Nathaniel Hawthorne

Escreveu Nathaniel Hawthorne, quando estudante no Bowdoin College em Brunswick, Maine, em 1821, para sua mãe em Salem, Massachusetts, declarando que não queria estudar para ser ministro, advogado ou médico.


Os primeiros escritos de Hawthorne

Hawthorne publicou sua primeira coleção de contos, Contos Duas Vezes, em 1837.

Em 1842, ele se casou com Sophia Peabody e mudou-se para Concord, Massachusetts, onde alugou o Old Manse adjacente à histórica North Bridge. Em 1846, a segunda coleção de contos de Hawthorne, Musgos de um Velho Manse, foi publicado enquanto eles moravam em Boston.

No final do ano, Hawthorne voltou para Salem, onde começou a trabalhar na Alfândega dos EUA. A obra mais famosa de Hawthorne, A carta de scarlet, foi escrito durante seu tempo em Salem e publicado em 1850.

A família se mudou naquele ano para Lenox, Massachusetts, onde ele escreveu seu próximo romance, A casa dos sete frontões, publicado em 1851.

Hawthorne comprou The Wayside em 1852 e montou um lar com sua esposa Sophia e seus três filhos, Una, Julian e Rose. Seu terceiro romance, The Blithedale Romance, foi publicado um mês depois de ele se mudar.

Durante os anos em que Hawthorne foi dono do The Wayside, a nação se fragmentou devido à questão da escravidão. Uma pessoa privada, Hawthorne provavelmente teria preferido permanecer um não participante nos debates furiosos, mas sua localização e círculo de conhecidos tornavam isso impossível.

Ele estava intimamente associado a homens e mulheres em diferentes lados da questão - de seus vizinhos abolicionistas, os Alcotts, Emersons e Thoreaus, e suas cunhadas, Elizabeth Peabody e Mary Mann, a seu colega de faculdade e amigo íntimo, Franklin Pierce, Pierce, um democrata do norte, que via o movimento abolicionista como uma ameaça fundamental à unidade da nação.

Em 1852, Hawthorne completou Tanglewood Tales e uma biografia de campanha de Franklin Pierce, que foi candidato a presidente dos Estados Unidos. After Pierce's election, Hawthorne was appointed U.S. Consul to Liverpool in 1853, and for the next seven years he and his family lived in the U.K. and Europe. Hawthorne completed his last novel, The Marble Faun, in England in 1859.

The Wayside, 1860-64: Sophia and Nathaniel Hawthorne after additions to their house Returning to The Wayside

Upon his return to Concord in 1860, Hawthorne made some major additions to The Wayside, including a three story tower with his study or "sky parlor" at the top.


Civil War Years

After the Civil War began, Hawthorne, deeply troubled by the conflict, travelled to Washington, D.C., where he met President Abraham Lincoln, and toured battlefields in Virginia. When he returned to The Wayside, he shared his observations in an article entitled, "Chiefly About War Matters" that appeared in the Atlantic Monthly in July, 1862.

In September, 1863, with his health in decline, Nathaniel Hawthorne completed his last published work, Our Old Home. Three novels, The Dolliver Romance, Doctor Grimshawe's Secret, e Septimius Felton remained unfinished at the time of his death on May 19, 1864.


História

Lenox was slow to be settled. It was 1750 before Jonathan Hinsdale and others arrived. His daughter Rhoda was the first child born in Lenox, still called Yokuntown at that time.

Lenox held its first town meeting in 1767. It was a town of farmers, traders, merchants and innkeepers. Lenox participated actively in the Revolutionary War. In 1774 Colonel Paterson already represented Lenox before the Royal Governor of Massachusetts. As Brigadier General he helped lead the way to victory in 1776.

It was 1761 when Berkshire County was incorporated and received its own court system based in Great Barrington. During the war the courts were adjourned and resumed after the war under the new state Constitution. Centrally located Lenox was chosen as the new site in 1784. A courthouse and a jail were built and functioned from 1787. For 81 years Lenox was the county seat. When court was in session this small town grew in importance and sophistication. The Court and the Old Red Inn (now the Curtis) made the center of Lenox a bustling place full of activity. As the Shiretown Lenox’s population and business grew. There was need for a new larger meeting house. Church on the Hill was completed by 1806. At that time church and state were not yet divided, a man had to be a member of the “established” church to vote.

It was 1770 before a schoolmaster was hired. But by 1803 the Lenox Academy was established by local citizens and provided excellent high school education under the legendary Mr. Hotchkin (taught 1823-47) which attracted students from long distances and made Lenox known far beyond the immediate community. Mrs. Charles Sedgwick in her “school for young ladies” educated girls from New York and Boston, for almost half a century. Her husband, Charles Sedgwick, the Clerk of courts was a member of the large Sedgwick family from Stockbridge and New York. His charming family attracted their many friends to Lenox. At the same time train travel made Lenox much more accessible and suddenly Lenox was “discovered” by famous and wealthy residents of Boston and New York in the mid 1800s who were reminded of the beauty of Switzerland by the views, fields and forests of the Berkshire Hills.

Nathaniel Hawthorne wrote “The House of Seven Gables” while living in a little red cottage just outside of town. The cottage is actually in Stockbridge, but Hawthorne walked two miles daily to the Lenox post office to get his mail. Hawthorne’s series of children’s stories, “Tanglewood Tales,” were inspired by the name of the neighboring estate. Herman Melville, Fanny Kemble and so many others found their way to Lenox.

George Inness was encouraged by Vent Fort owner Ogden Haggerty to paint the Berkshire countryside.

Hawthorne’s cottage was rebuilt and is used for practice rooms by Tanglewood in the summer. In 1845, Samuel Gray Ward, the Boston banker who later was to finance the U.S. purchase of Alaska, built a summer home near Hawthorne’s cottage. Ward told his friends back in Boston about the beautiful Berkshire countryside and the mild summer weather. Soon, many of them were joining him as summer, or even year-round residents. By the late 1800s, Lenox and Stockbridge were booming as the summer homes of many of the country’s elite. The peak building years in Lenox were from the1880’s to 1920’s. Houses came and went as styles superseded each other and increasing wealth generated larger and larger mansions on the most prominent peaks. They were called cottages, in some way they invoked the more informal country life that they loved in Lenox in contrast to the increasing formality of New York, Boston and Newport. The most magnificent of them all was Shadowbrook, built for railroad baron Anson Phelps Stokes on 900 acres at the edge of Lenox and Stockbridge. For a short time, until George Vanderbilt’s Biltmore, it was one of the largest homes in North America. Andrew Carnegie later bought the house, and died there in 1919. It became a Jesuit Novitiate and unfortunately burned in 1956. Kripalu Yoga center now occupies the site.

The Gilded Age ended in the early twentieth century after WWI, the income tax, the stock market crash, working opportunities in industry that made servants very scarce and so many other reasons, made it impossible for the “cottagers” to maintain their huge summer homes in the Berkshires. Several of the cottages were converted to hotels, health centers and schools.

Two gilded age cottages in Lenox are open for public tours: Ventfort Hall, the 1893 Morgan summer home and The Mount, the 1902 cottage, built by novelist Edith Wharton. Both have undergone considerable restoration to bring them back to their former grandeur and continue to do so. Also in Lenox Shakespeare and Company and The Scenic Railway add to the multilayered cultural atmosphere that began so long ago.

A new era for Lenox and the Berkshires began in the 1930s, when music lovers began sponsoring symphonic concerts in the summer months. In 1937, the Boston Symphony Orchestra began offering concerts at its new summer home, the “Tanglewood” estate between Lenox and Stockbridge. A year later, the orchestra inaugurated its huge new concert hall, the “Shed.” In the succeeding decades, Tanglewood has become famous as one of the world’s leading music festivals, attracting more than 300,000 listeners each summer. Many other summer arts festivals, featuring theater, music and dance, have joined in making the Berkshires the summer cultural capital of the Northeast United States.


Nathaniel Hawthorne, tradition and revolution

This is an analysis of the fiction of Nathaniel Hawthorne and his perception of history. Charles Swann examines the whole of Hawthorne's literary career and gives proper weight to the unfinished work. Hawthorne saw history as a struggle between the authoritative claims of tradition on the one hand and the conflicting but equally valid claims of the desires for revolutionary transformation on the other. To evaluate Hawthorne's view of history, Swann provides close readings of such key shorter works as "Alice Doane's Appeal" and "Main Street," as well as the most detailed analysis to date of the unfinished works The American Claimant Manuscripts and The Elixir of Life Manuscripts (two works which exemplify the temptations of tradition and the exhilaration of the revolutionary moment). This study asks us to explore how Hawthorn presents and interprets history of crucial sins of the past (and the contemporary placing of such sins) in "Alice Doane's Appeal," the problematic nature of the American Revolution in The Elixir of Life Manuscripts, and the role of society in The Scarlet Letter. Swann's study will be of interest to students and scholars of American literature, history, cultural studies and literary criticism

Includes bibliographical references (pages 260-279) and index

Tradition and revolution -- An experimental fiction : "Alice Doane's appeal or, How (not) to tell a story" -- Sketches experimental and ideal : "Ethan Brand" and "Main Street" -- The scarlet letter and the language of history -- The house of the seven gables : Hawthorne's modern novel of 1848 -- The Blithedale romance : translation and transformation, mime and mimesis -- The American claimant manuscripts, or, the absence of an ending -- The marble faun, or, the ambivalencies and ambiguities -- The elixir of life manuscripts : "Had we but world enough and time."

This is an analysis of the fiction of Nathaniel Hawthorne and his perception of history. Charles Swann examines the whole of Hawthorne's literary career and gives proper weight to the unfinished work. Hawthorne saw history as a struggle between the authoritative claims of tradition on the one hand and the conflicting but equally valid claims of the desires for revolutionary transformation on the other. To evaluate Hawthorne's view of history, Swann provides close readings of such key shorter works as "Alice Doane's Appeal" and "Main Street," as well as the most detailed analysis to date of the unfinished works The American Claimant Manuscripts and The Elixir of Life Manuscripts (two works which exemplify the temptations of tradition and the exhilaration of the revolutionary moment). This study asks us to explore how Hawthorn presents and interprets history of crucial sins of the past (and the contemporary placing of such sins) in "Alice Doane's Appeal," the problematic nature of the American Revolution in The Elixir of Life Manuscripts, and the role of society in The Scarlet Letter. Swann's study will be of interest to students and scholars of American literature, history, cultural studies and literary criticism

Access-restricted-item true Addeddate 2018-06-01 19:02:14 Bookplateleaf 0004 Boxid IA1227620 Camera Sony Alpha-A6300 (Control) Collection_set china External-identifier urn:oclc:record:1150869443 Foldoutcount 0 Identifier nathanielhawthor0000swan Identifier-ark ark:/13960/t25b6z114 Invoice 1213 Isbn 052136552X
9780521365529
9780521109932
0521109930 Lccn 90002688 Ocr ABBYY FineReader 11.0 (Extended OCR) Openlibrary_edition OL1851147M Openlibrary_work OL4440136W Pages 306 Ppi 300 Republisher_date 20180602144308 Republisher_operator [email protected] Republisher_time 586 Scandate 20180601214334 Scanner ttscribe23.hongkong.archive.org Scanningcenter hongkong Source removedNEL Tts_version v1.58-final-25-g44facaa


Assista o vídeo: The Scarlet Letter. Author Biography. Nathaniel Hawthorne (Julho 2022).


Comentários:

  1. Kip

    Engraçado, mostrei para meus amigos

  2. Iden

    Ele ganhou barato, facilmente perdido.

  3. Kinny

    ele está absolutamente certo

  4. Derrill

    Esta frase é simplesmente incomparável :), eu gosto))) muito

  5. Rockwell

    Olá! Como você se sente sobre jovens compositores?



Escreve uma mensagem